terça-feira, 1 de junho de 2010

Dois Rios

Não precisava colocar no rádio aquela canção e cantarolar baixinho "Que os braços sentem e os olhos vêem, que os lábios sejam, dois rios inteiros, sem direção" só para me beijar. Seria mais fácil fazê-lo de surpresa.

Não precisava ser gentil, me deixar passar primeiro, dar a mão, o braço e só isso...não precisava se não fosse para cantar o resto da canção "E o meu lugar é esse, ao lado seu, meu corpo inteiro".

Ah vai, nem precisava de tudo aquilo já que não era verdade! Poderia dizer a real, a vera, "é só um pouquinho, por pouquinho de tempo, de um gostar pouquinho, de estar um pouquinho afim", eu entenderia e jogaria melhor...

"Seu ruim"! É isso aí, ruim! Porque agora eu fico ouvindo essas músicas e lembrando de você! Seu ruim, agora eu fico com raiva de mim! Seu ruim...é tudo mentira, nem foi tão ruim assim! Mentira, foi bom pra caramba! Ai seu ruim, tá vendo só? Agora eu fico por aí delirando, foi bom, foi ruim...

Bruna Turques

Um comentário:

  1. Por que eles nos paparicam pra depois irem embora?

    Aff!

    ResponderExcluir

Gostou? Então comente! Não gostou? Comente também!